Especialistas em protecção contra o raio

Pára-raios Aplicaciones Tecnológicas - Especialistas em proteção contra o raio, sobretensões e detectores de trovoadas.

APLICACIONES TECNOLÓGICAS UTILIZA COOKIES NESTA PÁGINA WEB

Pode consultar informação detalhada sobre as cookies e a sua utilização na nossa Política de cookies.

Ao fazer click em “Aceitar e continuar” estará a reconhecer que aceita o uso de cookies no seu computador.

Queremos mantê-lo informado sobre as novidades referentes aos Sistemas de Proteção contra o Raio (para raios, proteção contra sobretensões, detetores de trovoadas), atualização das normas existentes, desenvolvimento de cursos especializados de formação, jornadas técnicas, assim como das várias aplicações e downloads disponíveis.

Implicações da mobilidade sustentável nos sistemas de proteção contra sobretensões

04/04/2019

Para que a recarga de veículos elétricos seja segura e eficiente, elaborou-se uma instrução especifica, dentro do Regulamento de Baixa Tensão, para as instalações destinadas a tal efeito: a ITC-BT 52. Esta instrução saliente a necessidade de contar com material específico em proteção contra sobretensões transitórias e permanentes. Aplicaciones Tecnológicas dispõe de soluções adaptadas para o cumprimento desta norma.

recarga de veículos elétricos    

Para que a recarga de veículos elétricos seja segura e eficiente, elaborou-se uma instrução especifica, dentro do Regulamento de Baixa Tensão, para as instalações destinadas a tal efeito: a ITC-BT 52. Esta instrução saliente a necessidade de contar com material específico em proteção contra sobretensões transitórias e permanentes. Aplicaciones Tecnológicas dispõe de soluções adaptadas para o cumprimento desta norma.

Mesmo que atualmente menos de 1% dos automóveis espanhol seja sustentável, estima-se que em 2050 existirão cerca de 24 milhões de carros elétricos e em dez anos a quantidade ascenderá a 2,4 milhões.  

Esta transformação do parque automóvel supõe um travão nas mudanças climáticas, no entanto, esta evolução implica também a adequação das infraestruturas que vão fornecer esta nova tecnologia.

Proteção contra sobretensões no carregamento de veículos elétricos

A recarga eficiente e segura dos carros elétricos é uma questão chave na sustentabilidade do novo sistema.

Esta recarga deverá ser feita com segurança, garantindo a conservação do veículo e do sistema elétrico, com todos os dispositivos de proteção necessários, incluindo os relativos às sobretensões.

As instalações de carregamento de veículos elétricos devem cumprir a ITC-BT 52 para proteger todos os circuitos contra sobretensões transitórias e permanentes que podem danificar o veículo durante o processo de carga.

A norma foi publicada por Real Decreto 1053/2014 no B.O.E pelo que se aprovou uma nova Instrução Técnica Complementar ITC-BT 52 “Instalações com fins especiais. Infraestrutura para recarga de veículos elétricos”.

instalações de carregamento de veículos

Instruções ITC-BT 52 do Regulamento Eletrotécnico de Baixa Tensão

Esta instrução obriga a realizar instalações novas para a alimentação das estações de recarga, assim como a modificação de instalações já existentes, que se alimentam da rede de distribuição de energia elétrica, nos seguintes âmbitos:

Em edifícios ou estacionamentos de construção nova deverá ser incluinda a instalação elétrica específica para a recarga dos veículos elétricos, executada de acordo com o estabelecido na referida ITC-BT 52:

em parques ou estacionamentos coletivos em edifícios de regime de propriedade horizontal, deverá executar-se uma condução principal por zonas comunitárias (mediante tubos, canais, bandejas, etc.) de modo que seja possível a realização de derivações até às estações de recarga localizadas nos pisos de estacionamento, tal e como se descreve no apartado 3.2 da ITC-BT 52.

em parques ou estacionamentos de frotas privadas, cooperativas ou de empresa, ou de oficinas, para colaboradores ou associados, ou depósitos municipais de veículos, deverá assegurar-se as instalações necessárias para fornecer uma estação de recarga por cada 40 pisos.

em parques ou estacionamentos públicos permanentes, deverá garantir-se instalações necessárias para fornecer uma estação de recarga por cada 40 pisos.

Considera-se que um edifício ou estacionamento é de construção nova quando o projeto de construção se apresenta à Administração Pública competente para seu tratamento, em data posterior à entrada em vigor do Real Decreto 1053/2014.

Os edifícios ou estacionamentos anteriores à publicação do Real Decreto dispunham de um período de três anos para se adaptarem à nova norma.

Na via pública, deverão ser efetuadas as instalações necessárias para fornecer as estações de recarga localizadas nos locais destinados a veículos elétricos que estejam previstos nos Planos de Mobilidade Sustentável supramunicipais ou municipais.

Quais são os esquemas possíveis para a instalação de pontos de recarga?

Os esquemas de instalação para as recargas de veículos previstas nas instruções, são as seguintes:

  • Esquema coletivo com um contador principal na origem da instalação.
  • Esquema individual com um contador comum para a vivenda e estação de carga.
  • Esquema individual com um contador para cada estação de carga.
  • Esquema com circuito ou circuitos adicionais para a recarga do veículo elétrico.
  • Todos os circuitos devem estar protegidos contra sobretensões temporais (permanentes) e transitórias.

Dispositivos de proteção contra sobretensões para a ITC-BT-52 

Os dispositivos de proteção contra sobretensões transitórias devem ser instalados próximo à origem da instalação, ou no quadro principal de comando e proteção.

Em novembro de 2017 foi publicado o Guia Técnico da ITC-BT-52 onde se recomenda o seguinte:

-  Instalar uma proteção contra sobretensões transitórias de tipo 1 sobre o contador principal ou junto ao interruptor geral de manobra, situado na entrada da central de contadores.

- Quando a distância entre a estação de recarga e o dispositivo de proteção contra sobretensões transitórias seja superior ou igual a 10 metros, é recomendável instalar um dispositivo adicional de proteção contra sobretensões transitórias, tipo 2, próximo da estação de recarga ou dentro dela.

Soluções contra sobretensões transitória e permanentes

Dispositivos de proteção contra sobretensões

Nas Aplicaciones Tecnológicas contamos com a solução adequada para uma eficaz proteção contra sobretensões transitórias e permanentes:

Como proteção contra sobretensões transitórias de tipo 1, Aplicaciones Tecnológicas dispõe do modelo ATSHOCK T 25 (AT-8089). Este elemento oferece uma proteção elevada perante sobretensões transitórias para linhas de fornecimento elétrico na entrada do edifício, incluindo as produzidas por descargas diretas do raio.

Trata-se de um protetor de tipo 1 e 2 segundo a norma UNE-EN 61643-11 e o GUIA BT-23 do REBT. Para equipamentos de categoria I, II, III e IV segundo a ITCBT- 23 do REBT.

As suas características principais são:

  • Corrente impulsional por pólo (limp) de 25 kA e um nível de proteção de 1.5 kV.
  • É constituída por dispositivos do tipo descarregador de gás.
  • Dispõe de sinalização do estado das proteções.

Como proteção contra sobretensões transitórias de tipo 2 e contra sobretensões permanentes, Aplicaciones Tecnológicas recomenda o modelo KIT ATCONTROL/R.

Trata-se de um kit completo que inclui contator e protetor contra sobretensões transitórias e permanentes com rearme automático.

Os protetores da série  ATCONTROL/R atuam quando detetam uma sobretensão permanente disparando o contator associado. Este contator corta a linha, protegendo os equipamentos instalados a jusante. Quando a sobretensão permanente termina, o protetor liga o contator.

O sistema de alerta de sobretensões permanentes consiste em dois indicadores luminoso verdes (tensão de rede correta) e vermelhos (sobretensões). Dispõe de um botão de teste para comprovar que a instalação foi realizada corretamente.

Os protetores  ATCONTROL/R atuam ao detetar uma sobretensão transitória derivando a corrente até à terra e reduzindo a tensão a um nível não prejudicial para os equipamentos ligados.

Adequado para os equipamentos de categoria I, II, III e IV segundo a ITC-BT-23 do REBT. Dispõe de dispositivo termodinâmico de desconexão da rede elétrica em caso de degradação e de sistema de alerta de sobretensões transitórias.

Ensaiado e certificado como protetor de tipo 2 em laboratórios oficiais e independentes segunda a norma UNE-EN 61643-11 e o GUIA BT-23 do REBT.

Protege o teu veículo elétrico

Um veículo elétrico pode suportar uma tensão de choque de 2.500V. Em caso de trovoada elétrica, a voltagem que poderia ser transmitida ao veículo é 20 vezes superior ao que este pode suportar, causando danos irreparáveis em todo o sistema (controlador, contador, sistema de comunicações, veículo), mesmo quando o impacto do raio acontece a uma certa distância da sua localização.

Aplicaciones Tecnológicas coloca à sua disposição os produtos necessários para proteger os pontos de recarga contra sobretensões transitórias e permanentes, assegurando a conservação do veículo. Caso esteja interessado em adquirir proteção contra sobretensões pode contra com a ajuda do nosso pessoal especialista na matéria aqui.