Especialistas em protecção contra o raio

Pára-raios Aplicaciones Tecnológicas - Especialistas em proteção contra o raio, sobretensões e detectores de trovoadas.

APLICACIONES TECNOLÓGICAS UTILIZA COOKIES NESTA PÁGINA WEB

Pode consultar informação detalhada sobre as cookies e a sua utilização na nossa Política de cookies.

Ao fazer click em “Aceitar e continuar” estará a reconhecer que aceita o uso de cookies no seu computador.

Queremos mantê-lo informado sobre as novidades referentes aos Sistemas de Proteção contra o Raio (para raios, proteção contra sobretensões, detetores de trovoadas), atualização das normas existentes, desenvolvimento de cursos especializados de formação, jornadas técnicas, assim como das várias aplicações e downloads disponíveis.

Sistemas de deteção de trovoadas: chave na prevenção de riscos em aeroportos

14/06/2018

A deteção de trovoadas nos aeroportos é a chave para prevenir acidentes dos trabalhadores e garantir a segurança na pista. Os acidentes laborais relacionados com raios que se produzem nos aeroportos podem ser prevenidos com o sistema de alerta prévia de deteção de trovoadas ATSTORM® de Aplicaciones Tecnológicas.

Sistemas de deteção de trovoadas    

Não podemos evitar as trovoadas, mas podemos antecipar o máximo tempo possível e colocar em marcha ações temporais preventivas que permitem evitar ou minimizar os danos produzidos pela queda de raios.

O sistema detetor de trovoadas ATSTORM® oferece alertas de risco de trovoadas elétrica com antecedência e fiabilidade, através de uma análise em tempo real, das condições locais do lugar onde se encontra instalado o dispositivo.

Porque é necessário um detetor de trovoadas num aeroporto?

As pistas dos aeroportos são enormes espaços abertos muito sensíveis a ser impactados por um raio no caso de uma tempestade elétrica. Por isso é de importância vital proteger as pessoas que transitam nestes espaços.

Em matéria de prevenção de riscos laborais em aeroportos, um detetor de trovoadas fiável é uma ferramenta indispensável que serve para minimizar os riscos.

De seguida descrevemos algumas situações, que acontecem nos aeroportos, nas quais é importante prever uma tempestade por motivos de segurança:

Abastecimento de aviões

O momento de abastecimento de um avião é uma operação que acarreta grandes risco pela alta inflamabilidade do combustível. Por isso, em caso de tempestade elétrica é imprescindível parar e adiar as atividades de abastecimento, já que um raio poderia provocar uma explosão ou incêndio.

Embarque e desembarque de passageiros

Em algumas ocasiões, nas tarefas de embarque e desembarque de passageiros, em vez de utilizarem o túnel ou passarela de embarque, os passageiros acedem ao avião através de caminhos pedestres marcados na pista. Neste sentido, um detetor de trovoadas permite garantir a segurança dos passageiros, já que se se produz um alerta de tempestade com probabilidade de raios, os responsáveis do aeroporto podem decidir paralisar os embarques por esta via.

Pessoal a pé na pista de aeroportos

A realização de trabalhos a pé na pista, põe em perigo os trabalhadores que se encontrem com a intempérie e são altamente suscetíveis de receber o impacto de um raio em caso de tempestade elétrica. Com um sistema de deteção de trovoadas que se antecipe, é possível evacuar os trabalhadores antes que comece a tempestade e antes de o risco de impacto de raio se encontrar naquele local.

Garantir a continuidade dos serviços

Quando se produz uma tempestade elétrica é importante proteger bens sensíveis, como equipamento ou material eletrónico que possa ficar danificado pela sobretensão causada por um raio. O detetor de trovoadas proporciona informação com antecipação suficiente para poder realizar as tarefas preventivas adequadas, como por exemplo, ligar geradores de eletricidade de forma preventiva, com o fim de garantir a continuidade de serviços durante e depois da tempestade elétrica.

acidentes laborais relacionados com raios

Ações de proteção preventiva que são realizadas num aeroporto em caso de trovoada

Uma tempestade passa por quatro fases; fase inicial, fase de crescimento, fase de maturação e fase de dissipação. É muito importante que um detetor de trovoadas seja capaz de alertar em todas as fases da tempestade, especialmente na fase inicial e na de crescimento.

Na fase inicial, recebe um alerta de tempestade elétrica, as ações de proteção preventiva mais comuns são o aviso do pessoal encarregado das instalações e a possível suspensão das operações que possam comprometer a segurança.

Na fase de crescimento, as ações de proteção preventiva recomendáveis devem ser, proteger todos os trabalhadores que se encontram na pista, parar os embarques e desembarques dos passageiros que se realizem através da pista e, paralisar as operações de abastecimento de combustível. 

Por outro lado, as trovoadas nos aeroportos estão relacionadas com atrasos e cancelamentos de voos. Esta situação, apesar de se dever a uma paralisação do aeroporto por medidas de segurança, em alguma ocasião provoca queixas por parte dos passageiros. Neste sentido, conhecer a situação da tempestade com antecedência, também serve ao pessoal dedicado à atenção ao cliente para antecipar a situação.

prevenção de riscos em aeroportos

Como funciona um detetor de trovoadas?

O sistema dual de deteção de trovoadas ATSTORM® mede o campo eletrostático e eletromagnético, mediante dois tipos de sensores que permitem avaliar o risco de tempestade elétrica:

  • O sensor eletrostático permite advertir da formação de raios sobre um sitio objetivo com uma antecipação de dezenas de minutos. Este sensor mede o campo eletrostático, ou seja, a diferença de potencial existente entre a nuvem e a terra. Quanto maior é o campo eletrostático, maior é o risco de queda de um raio.  
  • O sensor eletromagnético permite detetar a aproximação de uma tempestade elétrica num raio de 40 quilómetros.

A ação conjunta de ambos os sensores, permite que o sistema ATSTORM seja muito fiável e ofereça alarmes com antecipação suficiente para colocar em marcha as medidas preventivas necessárias dentro do protocolo de segurança do aeroporto em caso de tempestade elétrica.

ATSTORM® permite deter a atividade apenas durante o tempo em que se está em risco, economizando custos por duração excessiva de alarmes e cessão de atividades.

A diferença dos sistemas de deteção de tempestades baseado apenas em sensores do tipo eletromagnético, ATSTORM® baseia-se em medições locais em tempo real, não em estatísticas. Estas medições são as que determinam quando se pode voltar à normalidade e se dá luz verde para voltar à atividade.

Quem necessita de um detetor num aeroporto?

ATSTORM® é um sistema preciso e fiável que proporciona às pessoas responsáveis pela segurança nos aeroportos tomar decisões que garantam ações preventivas eficazes que não envolvam perdas de tempo. Por isto, um detetor de trovoadas é primordial num aeroporto para:

  • Pessoas responsáveis pela tomada de decisões em caso de trovoada.
  • Pessoas responsáveis por garantir a segurança física dos trabalhadores.
  • Pessoas responsáveis por equipamentos ou infraestruturas que afetem a continuidade dos serviços.

Por outro lado, a norma internacional IEC 62793:2016 contempla os passos para avaliar a necessidade de um detetor de trovoadas com base em três variáveis: Identificação de situações perigosas, determinação do tipo de perdas e controle de riscos.

Porque o ATSTORM® é tão diferente dos outros detetores de trovoada?

ATSTORM® é um sistema especialista local de alerta prévia que proporciona alertas de raios e alertas de risco de tempestades elétricas com a máxima antecipação e confiança através da monitorização e análise em tempo real das condições das condições locais na área a proteger.

deteção de trovoadas ATSTORM

As suas características fazem com que seja o sistema de deteção mais fiável do mercado:

ATSTORM® é um detetor de trovoadas de classe A

ATSTORM® deteta todas as fases da tempestade, por isso trata-se de um sistema de deteção de Classe A segundo a norma IEC 62793, já que mede o campo elétrico e proporciona alarmes em todas as fases da tempestade.

Detetor de trovoadas sem partes móveis, eletrónico e com total autonomia

A forma do detetor de trovoadas ATSTORM® afeta as suas características e funcionamento, já que ao não dispor de partes móveis (como acontece com os moinhos de campo) não se produz desgaste nem obstruções que afetem o seu funcionamento. Também não se vê afetado pelas condições meteorológicas nem necessita de manutenção regular.

O sistema de deteção ATSTORM® é totalmente eletrónico e automático. O dispositivo conta com placas solares que permitem absoluta autonomia de energia.

Comunicação de alertas eficazes

ATSTORM® dispõe de um sistema de gestão de alertas mediante web privada, App ou automatização mediante modulo relés remoto.

Sistema formado por múltiplos sensores para máxima fiabilidade

O sistema de múltiplas unidades de deteção possibilita que as medições sejam muito precisas e os alertas altamente fiáveis. Deste modo, evitam-se falsos alarmes ou tempos de prevenção excessivos que se repercutem em custos.

Servicio ATSTORM®

ATSTORM® não é apenas um sistema de deteção de trovoadas, vem também acompanhado de um serviço que permite não ter que se ocupar com a manutenção nem revisão de medidas. O serviço ATSTORM® realiza uma monitorização contínua do funcionamento do sistema de deteção.

Para mais informações sobre o sistema de deteção ATSTORM® contacte-nos. Estudaremos o seu caso para lhe oferecer uma solução que se adapte às suas necessidades.